• AALBA

PAN 2020-2022: Tratamento da Varroose

A AARL está a ultimar a candidatura ao Programa Apícola Nacional (PAN) para o triénio 2020-2022, ao abrigo da Portaria 325-A/2019, aguardando a sua aprovação financeira por parte do IFAP.

Fonte: Abbildung Joachim Ederhardt, Agentur lernfite (www.die-honigmacher.de)


No entanto, é necessário dar continuidade ao trabalho para manter as nossas abelhas saudáveis e produtivas. Assim, para a realização do tratamento da Varroose, apresentam-se na Tabela 1, os medicamentos autorizados pela DGAV, conforme o Plano Sanitário para 2020.


Tabela 1: Medicamentos autorizados

Para uma escolha adequada do medicamento veterinário aconselhamos que tenham em atenção a época de aplicação, pois fatores como a temperatura e o desenvolvimento da colónia condicionam a eficácia do tratamento. Antes da tomada de decisão, leiam atentamente o RCMV para todos os medicamentos autorizados e se tiverem dúvidas não hesitem em contactar-nos.


São apresentadas na Tabela 2, as principais linhas orientadoras deste Programa Apícola Nacional e consequente financiamento para a Ação 2.1 – Luta contra a Varroose.


Tabela 2: Linhas orientadoras do PAN 2020-2022

É importante esclarecer que o financiamento para as colónias implantadas em Zona Controlada inscritas na candidatura, cerca de 4333, nos Concelhos de Marinha Grande, Batalha, Leiria e Ourém - tem um acréscimo de 0,25 €/colónia, ou seja no total 1083,25 €, e que esse valor financia parte dos custos das análises anatomopatológicas e que tal como nos anos anteriores a diferença será suportada pela Entidade Gestora da Zona Controlada – AARL.

Para clarificar a forma de execução do PAN 2020, apresentamos nas tabelas abaixo alguns exemplos:


Tabela 3: Exemplos de custos associados

Na Tabela 3, um apicultor com 20 colónias implantadas na mesma freguesia da Zona Controlada, irá ter um acréscimo no valor do financiamento de 0,25€/colmeia para cumprir a obrigatoriedade da realização de análises anatomopatológicas, ou seja 20 colónias * 0,25€ = 5 €, no entanto ao efetuar a colheita de amostra para análise de abelhas e favo criação, o laboratório irá cobrar 8,61 € - a diferença de 3,61€ será assumida pela Entidade Gestora da Zona Controlada – AARL, assim como todas as restantes despesas inerentes ao processo de colheita da amostra e envio ao laboratório. Relativamente ao tratamento da Varroose, irá receber 2 tratamentos autorizados pela DGAV, para 20 colmeias com o custo de 52,60€ (IVA incluído). No exemplo 2, da tabela 3, as 20 colmeias fora de Zona Controlada terão igualmente o custo de 52,60€.


Tabela 4: Exemplos de Custos associados

Da mesma forma, na Tabela 4, relativamente ao tratamento da Varroose, o apicultor irá receber 2 tratamentos autorizados pela DGAV, para 20 colmeias com o custo de 35,80€ (IVA incluído).


Resumidamente, o valor a pagar irá depender do preço do medicamento a adquirir, assim e tendo em conta os medicamentos apresentados na Tabela 1, devem fazer a encomenda para o número de colónias declarado em Setembro 2019 até 29 de Fevereiro 2020 - A data limite para entrega dos 2 tratamentos é 30 de Abril 2020.


Nota: Para os medicamentos veterinários cuja quantidade/colónia e nº de aplicações é variável foram considerados valores médios/colónia, originando custos/colónia diferentes.


A AARL está ao dispor dos Apicultores no esclarecimento de eventuais dúvidas!

19 visualizações
PARCEIROS

© 2015-2020 AALBA

  • Facebook Clean
AALBA - Cooperativa de Produtores de Mel, CRL
Rua das Flores, 815, Zona Industrial
Ponte da Pedra
2415-181 Regueira de Pontes
Tlf.: 00 351 244 826 700
Tlf.: 00 351 961 828 544